Home Clínica Tratamentos Depoimentos Sustentabilidade Publicações Contato
Tratamentos - Cirurgia Ortognática de benefício antecipado

O termo deformidade dentofacial foi criado para distinguir más oclusões tratadas somente com Ortodontia de tratamentos combinados orto-cirurgia. Essas deformidades podem criar problemas gerais de saúde como a dificuldade mastigatória, mas geralmente o impacto psicossocial é maior do que os problemas físicos relatados.

No videoclipe, há inicialmente uma severa deficiência mandibular o que implicaria ao paciente portador da deformidade um perfil convexo, com o queixo retruído.  Nessa exemplificação, você pode verificar como são realizadas algumas osteotomias (cortes do osso) em uma cirurgia para avanço da mandíbula e do mento, além de uma impacção da maxila (subir a maxila) para diminuir uma relevante exposição de gengiva no sorriso. Há, certamente, outras más oclusões que são indicadas para cirurgia ortognática, como: prognatismo mandibular - que é a condição inversa da apresentada na simulação, mordida aberta – quando os dentes superiores e inferiores não ocluem, entre outras.

O tratamento convencional implica em um tratamento ortodôntico prévio a uma cirurgia ortognática. A duração do tratamento ortodôntico prévio à cirurgia é de cerca de 1 ano e meio, e durante esse período os dentes têm sua posição corrigida para viabilizar a realização da cirurgia ortognática. Após o procedimento cirúrgico, o tratamento ortodôntico continua por um período que varia de caso para caso.

Em uma nova técnica, desenvolvida em 2005 pelo Dr. Jorge Faber, a cirurgia é feita pouco depois de instalado o aparelho na boca e os grandes benefícios estéticos e funcionais do tratamento são antecipados para o seu início. Essa característica dá nome à técnica: cirurgia de benefício antecipado. Outra vantagem para o paciente é que o tempo total de tratamento reduz cerca de 40 a 50% do tempo total estimado para o tratamento convencional, resultando em custos menores e menor incômodo.

Essa nova abordagem tornou-se possível devido à incorporação de novas tecnologias disponíveis para o tratamento ortodôntico. A cirurgia continua a ser feita por um cirurgião bucomaxilofacial e existem poucas diferenças em relação à operação tradicional. O objetivo da cirurgia é corrigir as bases ósseas, melhorar a estética facial logo no início do tratamento e instalar implantes temporários – miniplacas – para permitir que o ortodontista corrija as posições dentárias no pós-cirúrgico. Confira uma das matérias que foram publicadas na mídia sobre o assunto.

 
SCN Brasília Shopping & Towers, Sala 408, Brasília - DF - Brasil - CEP 70715-900 - Fone +55 (61) 3328 - 1798/3328 - 6720 - sac@clinicafaber.com.br R.T. Jorge Faber - CRO/DF - 2782